.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Quarta, 8 de novembro de 2017 - ANO 15, EDIÇÃO 58
Inter e América a uma combinação do acesso

É o que temos após a 34ª rodada da Série B, aberta anteontem pelo Colorado empatando em 2 gols com o Luverdense num jogo cheio de chances de gol, a maioria delas dos mato-grossenses até por muito mais necessitados do resultado (detalhe: recebeu dois campeões mundiais e um bi-vice mundial em seu estádio nos últimos quatro anos e tanto ganhou do Corinthians em 2013 quanto empatou com o Vasco ano passado e com o Internacional agora) e continuada ontem pelo Coelho fazendo a lógica e derrotando um ABC que só não está rebaixado na letra fria dos números por questão de critérios, mas cuja combinação soa tão impossível de ser conquistada que não resta outra coisa a não ser se conformar com o descenso. Para subirem no próprio sábado, os gaúchos precisam ganhar do Vila Nova no Beira-Rio e os mineiros devem derrotar o Figueirense no Orlando Scarpelli. Mas não é só isso: no dia anterior, é necessário um resultado combinado - se vierem ambos, tá beleza, mas basta apenas um entre o Oeste não ganhar do Juventude e o Paraná perder pro Luverdense.

Na disputa por teóricas duas vagas na Série A (considerando-se Internacional e América Mineiro como já subidos), o Ceará deu um passo importante ao empatar em casa um jogo dificílimo com o Guarani, que chegou a obter sua primeira virada nesta Série B, mas cedeu a igualdade no primeiro lance em campo do "jurássico" com um faro desgraçado de gol Magno Alves - e cabe ressaltar que o Vozão poderia até brigar pela liderança no sábado se a arbitragem não o prejudicasse ao não validar um gol muito legal sob alegação de inexistentíssimo impedimento. Quem deu graças a Deus por este erro foi o Bugre, que por causa deste ponto obtido no Castelão está fora dos quatro últimos ao término da terça-feira. Como graças a Deus também dão Paraná e Figueirense. O Tricolor se safou para seguir nos quatro primeiros mesmo perdendo para o Brasil de Pelotas, cuja vitória foi fundamental com "FU" maiúsculo (ops, essa não soou bem...) para fugir do Z4 pois o Oeste apenas empatou com o Furacão do Estreito, que teve um jogador a menos a segunda etapa inteira e ainda conseguiu sair na frente.

Tendo o Paraná perdido e o Oeste empatado, o Vila Nova poderia ter ficado apenas um ponto atrás deles. No entanto, só empatou em casa diante de um Santa Cruz melancolicamente rumo à Terceirona e choveu vaias e mais vaias de sua gente ao último apito. Segue no páreo, mas dava pra ser melhor. Por outro lado, quem se permite ainda "sonhar mais um sonho impossível", como diriam Chico Buarque e Maria Bethânia, é o Londrina. O êxito sobre um Goiás que continua em estado de alerta para fins de fuga do rebaixamento deixou os campeões da Primeira Liga a apenas 4 pontos do G4. Será que dá? Teríamos "a reviravolta das reviravoltas"? Quem poderia se permitir o mesmo sonho era o Juventude, só que caiu diante do CRB, que escapou dos quatro últimos com um tento em cada etapa. Deles passou a fazer parte o Boa Esporte, que devolveu a vitória ao Criciúma após um mês - os critérios de desempate põem os mineiros ali. Já o Náutico, bom... Até ganhou de presente um gol contra pra lá de "mutcho loko" do Paysandu, mas este fez 3 para si e é aquilo: Jesus está chamando o Timbu.

Passadas 34 de 38 rodadas, estamos assim na Bêzona: em 1º, Internacional com 63 pontos e 18 vitórias; em 2º, América Mineiro com 63 pontos e 17 vitórias; em 3º, Ceará com 59; em 4º, Paraná com 56 pontos e 16 vitórias; em 5º, Oeste com 56 pontos e 14 vitórias; em 6º, Vila Nova com 53; em 7º, Londrina com 52; em 8º, Juventude com 49; em 9º, Criciúma com 46; em 10º, Paysandu com 45; em 11º, Goiás e Figueirense com 43; em 13º, Brasil de Pelotas e CRB com 42; em 15º, Guarani com 40 pontos e 10 vitórias; em 16º, Luverdense com 40 pontos, 9 vitórias e -2 de saldo; em 17º, Boa Esporte com 40 pontos, 9 vitórias e -6 de saldo; em 18º, Santa Cruz com 33; em 19º, Náutico com 31; e em 20º, ABC com 28. O alvinegro tem 7 vitórias e até poderia escapar dos quatro últimos se vencesse as quatro últimas, dois entre os três com 40 pontos perdessem todas e também os pernambucanos continuassem tropeçando. Mas aí seria algo de surpreender, espantar e diria até que chocar.

A próxima rodada terá três jogos na sexta-feira, todos fundamentalíssimos: às 19h15, Juventude x Oeste; e às 21h30, Paraná x Luverdense e ABC x Criciúma (podemos ter ainda na sexta-feira a primeira consumação de descenso se o Alvinegro não ganhar). Os demais estão marcados para sábado: às 16h30, Internacional x Vila Nova; às 17h30, Figueirense x América, Goiás x Ceará, Boa Esporte x Santa Cruz e Náutico x Londrina; e às 19h, Paysandu x Brasil e Guarani x CRB. Como se vê, nenhum embate é "desimportante". Todos eles, menos ou mais, mas possuem a sua importância seja para título, acesso ou rebaixamento. Será uma rodadaça.

Meio de semana cheio no Brasileirão

A 33ª rodada pode encaminhar a definição do título para confirmação no início da próxima semana. Não é simples de acontecer isso, até não creio que toda esta combinação aconteça. Mas como a letra fria dos números não trabalha com possibilidades técnico-táticas, fica a citação: o Corinthians visita hoje o Atlético Paranaense (sem o selecionável Cássio, substituído pela vez primeira no torneio por Walter, e com Jô, independentemente de ser ou não punido hoje no STJD). Se vencer tanto hoje quanto o Avaí no sábado, definirá o título desde que o Santos perca tanto hoje para o Vasco (sem o selecionável uruguaio Martín Silva, substituído pelo jovem Gabriel Félix, e também sem o suspenso Luís Fabiano) quanto na próxima segunda-feira para a Chapecoense. Com isso, o Timão iria aos 68 pontos com 18 vitórias, ao passo que o Peixe só conseguiria chegar aos 68 com 17.

O Vasco pegará o Santos depois de uma tumultuada eleição presidencial, na qual não foram dois opositores a Eurico Miranda e sim um só pois Fernando Horta se aliou na última hora a Júlio Brant. Há uma urna em discussão com 475 votos ainda não validados pois será analisada pela Justiça, toda a diferença faz esta contagem pois quase todos foram para a situação. Se for validada, Eurico será reeleito. No entanto, anulação destes votos resultaria em vitória do Brant. E agora? Bom, ao mesmo tempo deste RJ/SP na Baixada, o Palmeiras tenta juntar os cacos após a derrota no dérbi ao visitar o Vitória, o que em teoria pode resultar em algo legal devido ao horrível desempenho rubro-negro não apenas como mandante, mas na própria Salvador em si. Só que, como diria Byafra, temos um "Leão Ferido" que é obrigadíssimo a fazer jus ao nome para sonhar com a fuga do descenso.

A mesma obrigação cabe a outro "Leão Ferido" rubro-negro do Nordeste: o Sport, que não terá o selecionável Diego Souza para enfrentar o Botafogo, que tem como motivação a volta aos treinamentos do felizmente curado Roger, que ainda tem a expectativa de voltar a campo nas últimas rodadas. Também nesta quarta, temos após 42 dias o reencontro dos finalistas da Copa do Brasil. O vice Flamengo é o mandante e não tem Diego Ribas, que está com a Seleção Brasileira (a qual desfalcará depois de amanhã contra o Japão por estar lesionado), enquanto o campeão Cruzeiro do capitão de 400 atuações Henrique jogará no dia seguinte ao regresso ao clube de Zezé Perrella, ex-presidente e atual senador da República, eleito presidente do Conselho Deliberativo celeste.

Os trabalhos da quarta-feira serão abertos por duas pelejas. Uma delas tem o Avaí também necessitado pra burro (e pra inteligente também) de sucesso contra um Bahia já mais descansado em termos de fuga da degola. Já a Ponte Preta é mais uma extremamente empenhada e que precisa demais dos 3 pontos contra um Grêmio que terá quatro titulares no 11 inicial e que, independentemente de ser campeão ou vice da Libertadores, precisará enviar à FIFA até o dia 27 (antevéspera da finalíssima) uma lista com 35 jogadores para o Mundial de Clubes - a mesma coisa se aplica ao Lanús, isso devido ao calendário da entidade máxima do futebol mundial, já que a estreia do campeão sul-americano nos Emirados Árabes Unidos se dará apenas 13 dias depois do prélio na Fortaleza (na qual, aliás, os gremistas tiveram confirmados 4 mil lugares pela direção argentina).

Três partidas completarão a jornada amanhã. O São Paulo recebe a Chapecoense em busca da 4ª vitória seguida em Brasileiros, algo não ocorrido desde 2014 (Vitória, Palmeiras, Internacional e Santos), enquanto teremos os Atléticos frente a frente, visitante o Goianiense e mandante o Mineiro. O Dragão não terá mais o guarda-metas Marcos, vendido para o Goiás, e o Galo terá como nome de seu estádio próprio Presidente Elias Kalil, ainda que os "naming rights" tornem Arena MRV como efetivo nome - assim foi anunciado pelo filho do Elias, mandatário da conquista da Libertadores e atual prefeito belo-horizontino Alexandre Kalil. O desfecho deste meio de semana se dará com o Fluminense diante de sua gente contra um Coritiba ainda sob pressão.

A classificação mostra isso: em 1º, Corinthians com 62 pontos; em 2º, Santos com 56; em 3º, Grêmio e Palmeiras com 54; em 5º, Cruzeiro com 51; em 6º, Botafogo com 48; em 7º, Flamengo com 47; em 8º, Vasco com 45; em 9º, São Paulo com 43; em 10º, Bahia, Atlético Paranaense, Atlético Mineiro e Fluminense com 42; em 14º, Chapecoense com 40; em 15º, Coritiba com 38; em 16º, Sport com 36; em 17º, Vitória, Ponte Preta e Avaí com 35; e em 20º, Atlético Goianiense com 20. Uma observação sobre o sétimo lugar, hoje a linha de corte em termos de Libertadores: o Vasco pegará a posição se superar o Santos e der empate entre Flamengo e Cruzeiro pois ambos teriam 48 pontos, mas os cruzmaltinos iriam às 13 vitórias contra 12 dos rubro-negros.

Interrompo esta edição para algo importante

Peço milhares de desculpas aos leitores deste Papo de Bola - o Site, habituados a sempre ler as colunas diárias no período da manhã, pois depois o horário de publicação foi subindo conforme o volume cada vez maior de assuntos destacados e o tempo menor para dar conta disso e também dos afazeres pessoais familiares, porém, nunca a ponto de acontecer de atualizá-las apenas no decorrer da tarde devido à perda do hábito madrugador (nunca mais digam que "não durmo" pois o que mais tenho feito - a contra-gosto - é dormir de madrugada pois, quando o corpo manda, não há como desobedecê-lo). E hoje, especialmente, fico enormemente chateado pois apenas por volta das 16h consigo atualizar a "24 Horas" e o "Papo de Mídia", com assuntos já superados, mas que fiz questão de escrever para fins de arquivo e porque não imaginava que um mero descanso de 40 minutos fosse me fazer dormir até 8h30, considerando-se que levo em média de 8 a 9 horas diárias para fazer as duas colunas diárias. Mais nervoso ainda fiquei pois ontem nada atualizei, são dois dias de assuntos resumidos. E não estou mais disposto a deixar as colunas por dois dias sem atualizações, daí fazer algo que nunca imaginei ter que fazer como publicar inéditas no meio da tarde, muito envergonhado me sentindo por submetê-los a isso, sinceramente. Aproveito e esclareço que, se faltar algum assunto, é porque parei de olhar os sites por volta das 9h para apenas me dedicar ao que já tinha coletado de temas. Mas não faltará nada aqui. Se faltar, destaco nas próximas edições. Só me resta pedir perdão do fundo do coração e torcer, de alguma maneira, para que isso não se repita mais e seja minimizado. Porém, para isso, eu mesmo terei de me endireitar. Mantenho velhos hábitos, como não conseguir escrever nada do site no horário noturno, sobretudo quando tem partidas acontecendo, e deixar tudo para fazer no dia mesmo, sem coisas preparadas de antevéspera. Por anos isso funcionou. Agora, só me faz complicar tudo que faço, no site e nos horários dos afazeres pessoais. Tenho que entrar nos eixos. E desejo, urgentemente, duas coisas: que o período de férias do futebol brasileiro chegue de uma vez e marcar uma consulta com um analista ou um psicólogo, pois meu nível de estresse nunca foi tão alto. Era isso. Segue a coluna normal.


Curtinhas

*Depois dos 5 x 0 na estreia sobre a Bolívia, o Brasil pega hoje o Equador pelo Sul-Americano Sub-15 disputado na Argentina, no qual está sendo testada pela Conmebol a "expulsão temporária" de 8 minutos, aplicada em casos de comportamento inapropriado, simulação, comentários verbais inapropriados (leia-se: palavrões) e impedir que o adversário recomece o jogo. Além disso, cada tempo dura 40 minutos e podem ser feitas 5 substituições.

*O Campeonato Catarinense de 2018 terá a mesma fórmula do Brasileirão: turno e returno em pontos corridos. Porém, assim será sendo 18 datas. Caso mais duas sejam obtidas pela Federação, uma delas será para uma semifinal em jogo único e outra para a finalíssima. Será que vai dar certo?

*Já o Campeonato Goiano terá 12 times a partir de 2019, contra 10 do ano que vem. Para isso, dois times serão rebaixados na próxima edição e quatro serão promovidos da Divisão de Acesso.

*CBF punida pela 5ª vez por gritos homofóbicos da torcida durante o jogo da Seleção contra o Chile, no Allianz Parque. E vai ser multada mais e mais enquanto aqueles que são os verdadeiros responsáveis por isso, que são os homofóbicos boca-suja das arquibancadas, não arcarem com estas consequências.

*A Copa América Feminina de 2018 será disputada no Chile de 4 a 22 de abril. Os dois finalistas jogarão a Copa do Mundo do ano seguinte e o terceiro jogará uma repescagem contra um país da Concacaf. Além disso, campeão e vice disputarão a Olimpíada de 2020 e o Pan de 2019 (nesse também vão os semifinalistas derrotados).

*Condenado a 2 anos e 8 meses de prisão suspensa (não poderá cometer crimes neste período ou sua pena aumentará) Diego Biglia, um dos torcedores do Boca Juniors que jogaram pimenta nos atletas do River Plate nas oitavas-de-final da Libertadores de 2015. Ele também foi condenado a prestar serviços comunitários.

*Luto no futebol da Alemanha: morreu o ex-atacante Schafer, ídolo do Colônia duas vezes campeão nacional e campeão mundial de 1954 no "Milagre de Berna" diante da Hungria. Schafer tinha 90 anos e agora sobrou apenas um vencedor daquela Copa do Mundo ainda vivo: o lateral direito Eckel, com 85 anos.

*Luto nos Estados Unidos pois Roy Halladay, um dos maiores arremessadores do beisebol, morreu aos 40 anos em acidente de avião no Golfo do México. Atuante por Toronto Blue Jays e Philadelphia Phillies ao longo de 16 edições da Major League Baseball, esteve por 8 oportunidades no Jogo das Estrelas.

*Campeã olímpica da maratona no Rio de Janeiro, Jemima Sumgong está suspensa por 4 anos por doping detectado fora de competição. A punição tira ela dos Jogos de Tóquio em 2020.

*Pegou mal a forma como foram sorteados os grupos do ATP Finals Next Gen, com tenistas até 21 anos: tinham que escolher uma modelo para saber seu grupo, aí ela tirava uma peça de roupa e aparecia A ou B. Tem lugares para tudo, inclusive para strip-tease, lógico e evidente. Mas sorteio de evento esportivo não é um desses.

*O ATP Finals dos profissionais começará no próximo domingo e terá estas chaves: A com Rafael Nadal (nº 1), Dominic Thiem (4º), Grigor Dimitrov (6º) e David Goffin (7º); e B com Roger Federer (2º), Alexander Zverev (3º), Marin Cilic (5º) e Jack Sock (8º). A competição no Reino Unido irá até o domingo seguinte.

*Vôlei: o Cruzeiro soube quem pegará no Mundial Masculino da Polônia, entre 11 e 17 de dezembro: Civitanova da Itália no dia 12, Sarmayeh do Irã no dia 13 e o anfitrião Zaksa no dia 14. Essa é a Chave A, enquanto a B terá o também anfitrião Belchatow, o Zenit Kazan da Rússia, o Bolívar da Argentina e o Shanghai Club.

*Basquete: o croata Aleksandar Petrovic convocou o Brasil para as Eliminatórias do Mundial de 2019. Estes jogadores enfrentarão Chile e Venezuela, dias 24 e 27: os armadores Marcelinho Huertas (Baskonia), Fúlvio (Vasco), Ricardo Fischer (Bilbao) e Yago (Paulistano); os alas-armadores Vitor Benite (Murcia) e Alex (Bauru); os alas Marquinhos (Flamengo), Léo Meindl (Franca) e Jhonatan (Paulistano); os alas-pivôs Lucas Dias (Paulistano) e Rafael Hettsheimeir (Bauru); e os pivôs Augusto Lima (Besiktas), Lucas Mariano (Vasco) e especialmente Anderson Varejão, sem clube desde que saiu do Golden State Warriors em fevereiro.

*Liga Sul-Americana: após as respectivas derrotas para Estudiantes de Concórdia por 71 x 68 e Olimpia por 78 x 76, Pinheiros e Flamengo "se matar-se-ão-se a eles mesmos" em duelo direto hoje pela fase semifinal.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Foi um grande sucesso o lançamento do livro "Biografia da Televisão Brasileira", do Flávio Ricco e do José Armando Vannucci. Gente de todas as emissoras e de todos os veículos de mídia, além dos puros apaixonados pela TV, foi o que mais se viu na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Diria brincando que São Paulo nunca viu tantos famosos por metro quadrado em um mesmo ambiente. E na próxima segunda-feira, será a vez do Rio de Janeiro ter a obra lançada, certamente também com grande sucesso.

*O maior apresentador da Rádio Bandeirantes e um dos maiores de São Paulo e do Brasil foi visto na TV Globo nesta madrugada. José Paulo de Andrade esteve no "Conversa com Bial" que teve aqui o rádio como tema, sendo um dos convidados ao lado de Otaviano Costa, recentemente regressado a esta mídia pela nova Globo FM, e da podcaster Juliana Wallauer. Como ouvinte da RB há 19 anos inicialmente pelas hoje infelizmente extintas ondas curtas e depois via internet, não nego que abri um sorriso de orelha a orelha ao ver o âncora do "Jornal Gente" chegar no palco aplaudido de pé e ao som da abertura anos 90 de "O Pulo do Gato", com a letra que foi abolida na versão atual estreada em dezembro de 2016 ("acorda, São Paulo, do seu sono justo, é hora do Pulo do Gato"). O tempo foi muito pequeno para o assunto e os convidados, só 45 minutos deixaram tudo muito insuficiente. Mas o reconhecimento à grandeza do Zé Paulo na maior rede de TV do Brasil, jamais sendo ele funcionário da Globo por ter 56 anos de Grupo Bandeirantes, é uma homenagem que valeu demais.

*Começa neste fim-de-semana uma nova atração da rádio que toca notícia: "CBN Gerações", apresentado por Cássia Godoy, que promete mostrar como o conhecimento e os valores de diferentes décadas influenciaram pensamentos e condutas em diversos segmentos. O novo programa será apresentado pela Cássia Godoy e irá ao ar tanto às 20h30 dos sábados quanto às 23h30 dos domingos. Ou seja: para Sampa City, Florianópolis e parte da rede a efetiva estreia se dará no domingo pois tem Corinthians x Avaí às 19h de sábado.

*Aqui em Porto Alegre, a partir de hoje, a empresa BTN passou a fornecer o serviço de reportagem aérea não apenas para as rádios do Grupo Bandeirantes e da Rede Pampa, mas também para a Rádio Guaíba, que estreou os boletins de trânsito direto do helicóptero durante o "Bom Dia". E detalhe: é o mesmo serviço para todo mundo, de forma que escutei o boletim da repórter Patrícia Braun para o programa do Rogério Mendelski às 8 e pouco da manhã e, menos de uma hora depois, lá estava ela no ar com Oziris Marins no "Jornal Gente" da RB.

*Completa 25 anos hoje a TV Pampa Centro, sediada em Carazinho e uma das três TVs da Rede Pampa no interior do Rio Grande do Sul (as outras estão em Pelotas e Santa Maria). A Pampa Centro começou afiliada ao SBT, mudou em 2004 para a Record e está desde 2008 com a RedeTV!, tal qual as demais.

*Li no José Luiz Prévidi que Rogério Forcolen deixa outra vez a aldeia pampeana, após somente 9 meses na apresentação do programa "TVU Cidade". A Rede Massa (SBT Paraná) é seu novo destino. Li no Coletiva que Forcolen foi autorizado a falar sobre a nova emissora apenas na próxima segunda-feira, nessa que será a sua segunda experiência fora do RS (antes, trabalhou em SBT, Record e RedeTV! no RJ). Quanto ao programa da TV Urbana às 11h45, a apresentação a partir da segunda-feira será do Cláudio Andrade, que no mesmo canal faz o programa de entrevistas "Chega Mais" e que tem a experiência dos tempos de "Brasil Urgente" na Band/RS.

*Sei pelo Gabriel Vaquer que a Justiça do Rio Grande do Sul, em decisão do desembargador Ney Wledemann Neto, condenou Alexandre Mota por difamação e injúria. O apresentador do "Balanço Geral RS" na Record acusou Gugu Streit, famoso comunicador da Rádio Farroupilha nos últimos 30 anos, de copiar tanto Gugu Liberato no apelido quanto Eli Corrêa na saudação com "oi, gente!". Mota também chamou Streit de "Gugu genérico". Quem processou o apresentador foi a esposa do radialista, consta que chamada de maneira muito indecorosa. A indenização é de R$ 34,7 mil, sendo R$ 23 mil destinados ao Gugu e os outros R$ 11,7 mil. Cabe recurso.

*Teve mudança de repórteres na TV Bandeirantes de Porto Alegre: saiu o mineiro Marcus Pena, egresso da Record e agora não mais atuante aqui no Rio Grande do Sul e sim na InterTV Planície (Globo) em Campos dos Goytacazes, e entrou Júlio Prestes, outro ex-Record e recentemente visto na Pampa. Enquanto isso, Ticiano Kessler está numa temporada na Band de São Paulo, imagino eu que cobrindo férias.

*Sei pelo Alef de Lima dessa aqui no "Edição das 18h" de ontem na GloboNews: Leilane Neubarth se confundiu ao se despedir antes da hora da Andréia Sadi e, com a luz do vivo em Brasília já apagada, lembrou de fazer mais uma pergunta à repórter política e a chamou rapidamente. Andréia levou a situação de boa e seguiu no ar.

*Duas que leio no Ricardo Feltrin: Evaristo Costa entrou em acordo com a Globo e encerrou seu contrato, o que agora lhe permite explorar de vez o mundo das redes sociais até mesmo fazendo comerciais; e a RedeTV! deixará de mostrar em dezembro o "Programa Amaury Jr." após 15 anos, sendo o argumento oficial um papel já cumprido, mas de verdade a causa sendo a crise econômica e os anúncios em pouca escala.

*Fez 70 anos ontem a escritora Ana Maria Moretzshon, co-autora da atualmente pelo Viva reprisada "Tieta" e autora principal de novelas como "Perdidos de Amor" na Bandeirantes, "Sabor da Paixão" na Globo e "Luz do Sol" na Record. Sua filha Patrícia seguiu o mesmo caminho e também é autora de novelas.

*Luto na dublagem: uma parada cardiorrespiratória vitimou aos 59 anos o ator e dublador Paulo Celestino, que dava voz ao cavaleiro de Câncer na animação "Os Cavaleiros do Zodíaco", além de dublar a animação "Babar" e atores como Al Pacino em "As Duas Faces da Lei" e Morgan Freeman em "Um Sonho de Liberdade", além de dirigir na Dublavídeo de SP as dublagens de séries recentes como "Revenge", "Escândalo" e "Era Uma Vez". Como ator, esteve em produções como "Viva o Gordo" na Globo e "A Praça é Nossa" no SBT.

*Fez 70 anos ontem o nascimento de Ron Leavitt, falecido em 2008 e que escreveu seu nome na história das sitcoms ao criar com Michael G. Moye a minha série preferida: "Um Amor de Família" (1987 - 1997).

*Quarta-feira dos 65 anos de Alfre Woodard, atriz indicada ao Oscar de coadjuvante por "Retratos de uma Realidade" e vista em outros filmes e seriados, sendo a Betty de "Desperate Housewives".

*Há 170 anos nascia Bram Stoker, falecido em 1912. É o romancista irlandês que lançou "Drácula" em 1897.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Isabelly Moraes

Isabelly Morais, repórter da Rádio Inconfidência e que tornou-se nesta terça-feira a primeira mulher a narrar futebol no AM de Belo Horizonte ao fazer América x ABC. Falo mais sobre ela no "Papo de Mídia".

Momento Raridade Rara: Lúcia Mattos

Foi com uma homenagem vista aqui que terminou o último "Band Cidade" dela, que o apresentava desde 2008 em segunda passagem após a primeira ser no "Rede Cidade" de 1993 a 1999, inicialmente ao lado de Bira Valdez e depois solo. Falei bastante sobre ela na coluna da última sexta, não me resta mais a dizer a não ser que grande será a saudade de vê-la na telinha local e que muito feliz será na nova vida no interior de SP. Deixo a seguir três momentos antigos da Lúcia (não tem nada na internet da primeira passagem na TV Bandeirantes, infelizmente): de 2002, apresentação do "Estação Cultura" na TVE com uma matéria sobre a Semana da Arte Moderna de 1922; de 2009, escalada de um "Band Cidade" com ela e Felipe Vieira na apresentação, Andressa Foresti na previsão do tempo e Fernanda Farias e Carolina Aguaidas na reportagem; e de 2012, a escalada do primeiro "Band Cidade" com novo cenário - que vem ser o mesmo atual, só que com a bancada abolida quando da chegada do HD no ano passado - e apresentação dela e do agora âncora solo Sérgio Stock, mais Cláudio Andrade no tempo (e nos créditos finais, quem aparece com Lúcia e Sérgio é o comentarista esportivo João Garcia).

Clipe do Dia I

Hoje faz 70 anos o nascimento de Minnie Riperton, falecida precocemente em 1979 e que emplacou nos anos 70 um grande sucesso setentista aqui curtido: a docemente romântica "Loving You".

Clipe do Dia II

Johnny Rivers fez 75 anos ontem. Aqui no Brasil, ele se tornou campeão de audiência com sucessos deliciosos que atravessam os anos tocando bastante nas rádios flashback. Três deles destaco: de 1966, "Do You Wanna Dance"; de 1966, "Poor Side of Town"; e de 1977, "Swayin' To The Music (Slow Dancing)".

Arremate

Luto no Amazonas: morreu Amadeu Teixeira, técnico do América de 1955 a 2008, campeão em 1994.

"24 Horas" volta esperando que esta lenda do futebol baré, que tinha 91 anos, descanse em paz!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.