.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Quarta, 11 de outubro de 2017 - ANO 15, EDIÇÃO 33
Não faltou emoção na América do Sul

Não lembro se foi aqui na "24" ou no Twitter que falei dia desses que não é a fórmula que torna um campeonato menos ou mais emocionante, mas sim os próprios participantes, argumento que usei para justificar a liderança tão disparada do Corinthians no Brasileirão. Vê o que aconteceu nas Eliminatórias Sul-Americanas: faltou emoção? Nada, sobrou de montão. "Ah, mas o Brasil ficou em primeiro disparado", dirão alguns. Mas Eliminatórias não é competição para vencer e sim para classificar. No que realmente importa, o fim foi legal demais.

Com a maior arrecadação da história do futebol brasileiro (R$ 15.118.391,02 para 41.008 pagantes - embora tenha quem diga que não tinha isso tudo ontem no Allianz Parque), o Brasil mudou a vida do Chile em somente dois minutos ao, com dois gols, passá-lo de classificado diretamente para eliminado, o que foi reforçado com a tampa do caixão sendo fechada no último lance. Gabriel Jesus foi o grande destaque ao voltar ao Jardim Suspenso no qual se notabilizou em pouco, mas marcante tempo pelo Palmeiras e fez dois tentos. Bicampeões da Copa América, os chilenos estão fora do Mundial e Juan Antonio Pizzi renunciou ao comando da seleção. Nas redes sociais, a esposa do guarda-metas Bravo, Carla Pardo, chutou o balde e falou que alguns jogadores não treinavam pois ficavam de ressaca pelas festas na noite. Um tremendo vexame, indubitavelmente.

Em Quito, o Equador do suspenso treinador Jorge Célico (gancho da FIFA) até começou vencendo, mas Messi assumiu por completo a responsabilidade e marcou 3 vezes para levar a Argentina em vaga direta para a Copa do Mundo numa noite que teve até show do U2 em Buenos Aires atrasado por causa do jogo. Proporcionalmente falando, cheguei a pensar se Messi ontem para a Argentina equivaleria a Romário para o Brasil em 1993. Mas aí li um argumento, esqueço agora de quem, que me convenceu: 24 anos atrás, os dois países em campo lutavam por vaga (não só o Brasil, mas também o Uruguai); e Romário ficou de fora de toda a campanha nas Eliminatórias, sendo chamado como "salvador da pátria" naquela última jornada, enquanto Messi esteve em toda a sua e agora é que deu show para compensar a falta do que não fizera até semana passada.

Lima viu festa dos dois lados no empate do Peru com a Colômbia, primeiro gol dos visitantes e empate dos donos da casa num lance cujo paralelo imediato que me ocorreu foi num Corinthians 2 x 2 Vitória do Brasileirão de 1993. Tal qual Roberto Cavalo com Ronaldo Giovaneli naquela vez, Guerrero cobrou diretamente uma falta em dois lances e o gol valeu pois Ospina mandou a bola para o alvo - pois esse foi o segundo toque. Quem poderia tirar proveito disso seria o Paraguai, só que foi uma pouca vergonha perder em casa para a eliminada Venezuela. Só assisti os 15 minutos finais e, em tão pouco tempo, os venezuelanos mereciam até mesmo um 3 x 0 pois, antes do gol, perderam outro feito na pequena área e chutaram outra tentativa no pau. Por fim, o Uruguai confirmou 100% a vaga na Copa ao derrotar a Bolívia, prêmio para o único país dentro dos 4 primeiros nas 18 rodadas.

A classificação final das Eliminatórias Sul-Americanas ficou assim: 1) Brasil com 41; 2) Uruguai com 31; 3) Argentina com 28; 4) Colômbia com 27 (estes quatro países classificados diretamente para a Rússia); 5) Peru com 26 pontos e saldo 1 (repescagem contra a Nova Zelândia); 6) Chile com 26 pontos e saldo menos 1; 7) Paraguai com 24; 8) Equador com 20; 9) Bolívia com 14; e 10) Venezuela com 12. E uma lembrança pertinente que li no Twitter do gremista de quatro costados Lucas von Silveira: lembram da escalação irregular de Cabrera pela Bolívia no 1 x 1 com o Chile? Os chilenos reclamaram na FIFA, confirmaram a irregularidade e deram a vitoria para eles, que assim ganharam mais dois pontos para fechar os três. Só que, como Cabrera também atuou na vitória por 1 x 0 sobre o Peru, este foi beneficiado com os 3 pontos para si. Logo, o Chile manteve o Peru vivo, rs...

Mais definições rumo ao Mundial

Também foi eletrizante o desfecho na Concacaf - e surpreendente, pois dos três países que brigavam pela última vaga direta o único que dependia totalmente de si foi justamente aquele que caiu fora. Conseguiram os Estados Unidos a proeza de perder para o já eliminado Trinidad e Tobago com direito a um gol contra bizarro do Omar Gonzalez, o que se somou às vitórias de Honduras diante do México e Panamá sobre a Costa Rica. Deste jogo, um detalhe fundamental: o primeiro gol simplesmente não existiu. A bola nem sequer ultrapassou a última linha em parte dela, nem perto disso. "Fake goal", como diria o maluquete do Donaldo (o que teve foi pênalti não marcado, isso sim). Os panamenhos se classificaram diretamente para sua primeira Copa, mesmo com saldo negativo, pois o dos hondurenhos foi ainda pior, o que os colocou na repescagem contra a Austrália. Só que eles foram aos 13 pontos contra 12 dos estado-unidenses, assim fora pela vez primeira desde 1986.

Na Europa, Portugal confirmou vaga direta ao derrotar a Suíça e a França fez a mesma coisa passando pela Bielorrússia (ou Belarus, como agora convencionou-se chamá-la). Já a Holanda até ganhou da Suécia, mas como só marcou dois gols e precisava de sete, não irá à Rússia depois de ter ficado em 3º aqui no Brasil - e esta foi a despedida do Robben do selecionado alaranjado, neste que foi o segundo fiasco neerlandês depois da não ida à Eurocopa do ano passado mesmo com 24 participantes. Para a definição das quatro últimas vagas, sorteadas na próxima semana serão as repescagens desta maneira: pote 1 com Croácia, Dinamarca, Itália e Suíça; e pote 2 com Grécia, Irlanda, Irlanda do Norte e Suécia. Grandes atenções agora para os italianos.

Estamos agora com 23 dos 32 classificados definidos: Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Bélgica, Brasil, Colômbia, Coreia do Sul, Costa Rica, Egito, Espanha, França, Inglaterra, Irã, Islândia, Japão, México, Nigéria, Panamá, Polônia, Portugal, a anfitriã Rússia, Sérvia e Uruguai. Falta definir mais quatro europeus, mais três africanos e os ganhadores das duas repescagens mundiais. Também com isso, os oito cabeças-de-chave para o sorteio dos 8 grupos estão confirmados: Alemanha, Argentina, Bélgica, Brasil, França, Polônia, Portugal e Rússia. A próxima data-FIFA agora (a última de 2017) será nas duas primeiras semanas de novembro.

De volta ao Brasileirão

Uma semana e meia depois, a competição regressa para a 27ª rodada. Dois jogos iniciam tudo às 19h30: Botafogo x Chapecoense (6º com 40 x 12ª com 32), os alvinegros sem Leo Valencia, suspenso por 4 partidas pela expulsão diante do Vitória; e Atlético Paranaense x Atlético Goianiense (8º com 34 x 20 º com 25). Às 21h tem Corinthians x Coritiba (1º com 55 x 19º com 28), duelo marcado no turno por aquele gol legal do Jô não validado no que seria o 0 x 0 final. Depois tem a sessão das 21h45: Avaí x Vasco (18º com 30 x 10º com 33), Atlético Mineiro x São Paulo (9° com 34 x 14º com 31) e Grêmio x Cruzeiro (3º com 46 x 4º com 44 e um jogo a mais), este sendo um "revival" menos de dois meses depois da semifinal da Copa do Brasil que igualou ambos em 5 troféus. Aliás: boa sorte aos que forem à Arena do Grêmio pois Porto Alegre está um caos, chuvarada forte pelo segundo dia consecutivo. Não sei aí na sua cidade, mas aqui é assim: se chover só um pouquinho, vira pré-calamidade.

Curtinhas

*Ao derrotar a Coreia do Norte por 2 x 0 com mais um gol do flamenguista Lincoln e mais um do vascaíno Paulinho, o Brasil foi aos 6 pontos no Grupo D da Copa do Mundo de Juvenis. Próxima partida é nesta sexta contra Níger, que foi atropelado sem dó e nem piedade pela Espanha por 4 x 0 também nesta terça.

*Negado pela Justiça o recurso do Goiás e, com isso, só mesmo a torcida do Vila Nova estará no clássico de sábado, no Serra Dourada. Nada que reduza os riscos de conflitos, muito ao contrário.

*Dia de reverências na Inglaterra com os 80 anos de Sir Bobby Charlton, meio-campista dos maiores craques do futebol mundial e vencedor da Copa de 1966. Além da seleção, marcou época no Manchester United campeão europeu de 1968 e vencedor de quatro Ingleses, uma Copa da Inglaterra e duas Supercopas da Inglaterra. É ainda um iluminado por ter sido um dos sobreviventes da tragédia aérea de Munique em 1958, quando oito jogadores do clube morreram. Charlton ficou gravemente ferido, mas não só deu a volta por cima como, apenas 3 meses depois, estava novamente em campo na derrota para o Bolton pela final da Copa da Inglaterra.

*Agora, todo o inesquecível "Time de Ouro" da Hungria campeão olímpico em Helsinque 1952 e vice mundial na Suíça em 1954 está no céu. Morreu anteontem o último jogador dele que ainda estava vivo: o atacante Jozsef Toth, aos 88 anos. Com Puskas e cia., os húngaros perderam o Mundial de 1954 para a Alemanha por 3 x 2 de virada, em jogo que os germânicos denominaram "O Milagre de Berna" por realmente tão fantástico.

*Tênis: Serena Williams deve voltar às quadras no Aberto da Austrália, de 15 a 28 de janeiro. Seu diretor Craig Tiley garantiu a presença da americana, que jogou ali seu último Grand Slam antes de ser mamãe.

*Basquete: depois do Flamengo 100% na semana passada, mais um brasileiro entra em quadra para triplo turno na Liga Sul-Americana. Jogando em Montevidéu, o Pinheiros estreia hoje no Grupo B contra o Quilmes.

*Vôlei: a temporada 2017/2018 em nível nacional começa hoje com a primeira das duas Supercopas realizadas em Fortaleza, que anteciparão a abertura das Superligas no próximo sábado. Enquanto na sexta-feira tem SESC x Minas pela Supercopa Feminina, hoje teremos Sada/Cruzeiro x Funvic/Taubaté pela Masculina. Nestes duelos, temos em ação os vencedores das últimas Superligas contra os vices das últimas Copas do Brasil.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Além de São Paulo em 7 de novembro na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, também o Rio de Janeiro terá um lançamento do livro "Biografia da Televisão Brasileira", escrito por Flávio Ricco e José Armando Vannucci. Será no dia 13 do mesmo mês, na Livraria da Travessa em Ipanema. Ambos os eventos iniciarão às 18h.

*Como apenas hoje reparei isso, não sei desde quando está acontecendo, mas Mônica Arruda me parece que é a nova repórter da Record em Sampa City, já que assisti no "Fala Brasil" um vivo seu no bairro Tremembé. Ela tem uma rodagem bem legal na TV nas últimas duas décadas, tanto na Bandeirantes em Taubaté, Belo Horizonte e na própria capital paulista quanto atualmente na Record em Santos e, recentemente, São José dos Campos.

*Leio no Daniel Castro que, ausente do "Primeiro Impacto" no SBT nesta terça (todo ele feito por Marcão do Povo nas duas horas e meia e não só das 7h15 em diante), Dudu Camargo teria chegado atrasado em uma hora à emissora após deixar - acompanhado - no meio da noite a Super Rádio AM após seu programa. O SBT diz que ele estava sem voz, daí não fazer o jornal, e claro que Dudu mais uma vez negou esta informação a seu respeito. Parece que todo mundo tá errado e só ele está certo, né? Ninguém tem razão no que publica, é "tudo mentira". Francamente... Quem este molequinho pensa que engana? Comigo não, violão! (ainda mais desafinado)

*Os dados completos sairão apenas hoje, depois que esta coluna for publicada, mas prévias soltas ontem ainda na internet mostram que nem o horário bem mais tardio tirou público da novela das 9 mais assistida e repercutida desde "Avenida Brasil". Mesmo passando das 22h35 às 23h50 por causa de Brasil x Chile e entregando o horário para o "Jornal da Globo", "A Força do Querer" seguiu na casa dos 40 pontos em São Paulo. Atualização pré-publicação: 42,6 pontos, sendo mais exato, acima dos 41 de Brasil x Chile.

*Completa 55 anos nesta quarta-feira Joan Cusack. Indicada ao Oscar de coadjuvante por "Uma Secretária de Futuro" e "Será Que Ele É?", a irmã do John também mostrou brilhantismo em vários outros filmes, entre eles "Nos Bastidores da Notícia", "Meu Pequeno Paraíso", "A Família Addams 2" e "Quero Dizer Que Te Amo".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Karina Lucco

Karina Lucco, mãe do cantor e ator Lucas Lucco (que estará no elenco de "O Outro Lado do Paraíso", próxima das 9) e que tem derrubado corações nas redes sociais ao ser mais uma que reforça aquele meu pensamento de que o pico máximo da beleza feminina é atingido depois dos 40 anos - caso dela agora. Maravilhosona!

Clipe do Dia I

Dono de uma belíssima voz e de interpretações campeãs, Elymar Santos celebra hoje 65 anos. Vou chamar a Dona Coisinha da novela das 9 para celebrarmos aqui também com três de seus mais belos momentos: o primeiro é "Um Bolero, uma Paixão"; o segundo é "A Paixão Tem Memória"; e o terceiro é "Escancarando de Vez".

Clipe do Dia II

Grande nome do rock brasileiro nos anos 80, sólido também nos 90, voltado pra TV nos anos 2000 e atualmente falado basicamente por seus pensamentos políticos, Lobão completa 60 anos nesta quarta-feira. Na telinha, ele fez programas como "Saca Rolha" na Play TV, "MTV Debate" e "A Liga" na Bandeirantes (por apenas 3 meses). Na música, foi um dos fundadores da banda Blitz, mas dela saiu antes do sucesso comercial. Separei cinco temaços dele: de 1982, "Cena de Cinema" (que por muitos e muitos anos foi o tema musical do programa de mesmo nome apresentado pelo Renato Martins nas rádios Bandeirantes e Ipanema de Porto Alegre); de 1984, "Me Chama" (que também seria gravada por Marina Lima); de 1986, "Noite e Dia" (em apresentação no "Cassino do Chacrinha"); de 1987, "Blá Blá Blá... Eu Te Amo"; e de 1995, "A Queda" (versão ao vivo no "Musikaos").

Clipe do Dia III

Quando Domingos Montagner morreu no ano passado a semanas do fim de "Velho Chico", a primeira lembrança que me veio na hora foi de algo que evidentemente não acompanhei na época por ter pouco mais de um ano de vida, mas sobre o que já tinha lido bastante quando "ciente da vida". E hoje completa 35 anos a estreia da novela que me despertou esta lembrança: "Sol de Verão", segunda trama das 8 de Manoel Carlos, que vinha de "Baila Comigo". A um mês e meio do encerramento, o protagonista Jardel Filho morreu de ataque cardíaco. Abalado por ser grande amigo dele, Maneco não conseguiu seguir em frente e Lauro César Muniz e Gianfrancesco Guarnieri encerraram a trama, abreviada em três semanas - e como a substituta "Louco Amor" ainda não estava pronta, a solução foi repetir neste período um compacto de "O Casarão", originalmente de 1976.

A trilha sonora foi um show à parte e muitos temas tanto internacionais quanto especialmente nacionais se tornaram clássicos das rádios FM até os dias atuais. Separei cinco da trilha brasileira: começo aqui com "Você Não Soube Amar", com Blitz (Evandro Mesquita à frente e Fernanda Abreu no vocal de fundo); avanço aqui para "Muito Estranho", com Dalto; passo aqui para "Tempos Modernos", com Lulu Santos; continuo aqui com "Coisas de Casal", com Rádio Táxi; e concluo aqui com "Tô Que Tô", presentão dos conterrâneos Kleiton & Kledir para Simone, aquela que poderia ter sido Hortência, mas preferiu ser rainha no meio musical. Aproveite e confira aqui a abertura original com direito a modelos gatinhas de corpos suados ao som desta última canção e também uma série de chamadas de época da novela, que também foi estrelada por Irene Ravache e Tony Ramos.

Arremate

Campeão europeu na Copa; de Oceania e Ásia na repescagem; e de África, América e Concacaf eliminados.

"24 Horas" volta antes que o próximo ciclo mundialista mostre se título do continente faz diferença ou não!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.