.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda, 24 de abril de 2017 - ANO 14, EDIÇÃO 124
As boas diferenciações dos Estaduais

São quatro que quero destacar neste "abre": Ponte Preta em SP, Novo Hamburgo aqui no RS, Salgueiro em PE e Ferroviário no CE. Elejo eles por se tornarem diferenciais nas finais de seus campeonatos em relação ao habitual. A Macaca volta a decidir depois de 9 anos e tem a oportunidade de dar o troco no Corinthians por 1977 e 1979 (esta uma final mais esquecida que Anastácia, a princesa interpretada no cinema por Ingrid Bergman). O Anilado fará sua primeira final com o atual nome e primeira em geral desde 1949, quando ainda se chamava Floriano (e no mínimo já repete o vice de 1952, ano sem finalíssima). O Carcará fará sua segunda decisão em três anos, quem sabe é a hora de Pernambuco ter o primeiro campeão que não do Recife? E o Ferrim não decidia havia 19 anos e ficou um tempão tri obscuro até regressar à elite no ano passado. A estas quatro torcidas, saudações especiais e os votos de boa sorte nas decisões contra os grandões mais costumeiros no topo.

Geralzão do antepenúltimo fim-de-semana estadual

Paulista - A Copa do Brasil não gerou reflexos no Majestoso, cujo histórico falou mais alto. Segue o São Paulo sem superar o Corinthians em mata-ou-morre desde o estadual de 2000. Assim, teremos uma centésima partida extremamente simbólica na Arena em Itaquera por marcar os 40 anos que serão completados em outubro do fim do jejum justamente contra a Ponte, cuja "derrota vitoriosa" foi a primeira para o Palmeiras no Allianz Parque. São duelos que não é que tenham sido decididos neste fim-de-semana, isso praticamente aconteceu já nas duas idas. A ida será em Campinas, mais do que justo e devido que assim aconteça até pelo paralelo de assim ter sido em 2008 e eu não imaginar que agora deva ser diferente. O Coringão de Jô, o "Sr. Clássico", não decide o Paulista contra um time do interior desde 2001, quando bateu o Botafogo.

Paulista A2 - O fim-de-semana ponte-pretano foi perfeito pois seu sucesso se somou ao inacreditável fracasso do Guarani, que dependia apenas das próprias forças para ser semifinalista, mas perdeu o confronto direto para o Batatais e foi superado por ele na classificação. No entanto, ambos foram eliminados pois o Bragantino ganhou do Votuporanguense, que também inacreditavelmente escapou do rebaixamento pelo saldo de gols, critério que fez o vencedor Barretos e o vencido Velo Clube serem rebaixados juntos. Assim, quem deu sorte foi a Portuguesa, que ganhava até 37 do segundo, mas tomou o vira do XV de Piracicaba e ambos seguem na A2. Os seis rebaixados, repassando, são Velo Clube, Barretos, Capivariano, Rio Preto, Mogi Mirim e União Barbarense. As semifinais terão Água Santa x Bragantino e São Caetano x Rio Claro, jogos de volta na região metropolitana de Sampa City. Apenas e tão somente campeão e vice subirão para a primeira divisão.

Carioca - Quem jogava pelo empate não empatou pois fez ainda melhor ao ganhar, tanto o Flamengo um pouco mais apertado do Botafogo quanto o Fluminense com supremacia sobre o Vasco. O grande destaque negativo ficou para as plateias dos dois clássicos: somadas, seriam insuficientes para lotar o Maracanã. É preciso repensar a competição e procurar ver como atrair de volta os torcedores pois isso não pode e não deve mais acontecer. Ao menos a finalíssima (quero crer) terá casa cheia. Será a primeira decisão Fla-Flu ida e volta desde 1991, já que 1995 foi ano de octogonal - que coincidiu deles decidirem na última rodada.

Mineiro - O que falei do Rio vale da mesmíssima maneira para Minas. A dobra do Cruzeiro no América e a trinca do Atlético na URT (esta com o retorno do Victor ao Galo) devolve o clássico ao epílogo depois de duas edições. Os atleticanos atingem uma marca de 11 finalíssimas consecutivas.

Mineiro Módulo II - O Boa Esporte ganhou do Nacional e concluiu a primeira metade do hexagonal final com 8 pontos, a quatro do vice-líder Betinense. Domingo, tem Nacional x Boa em Muriaé.

Capixaba - Os empates eliminaram Tupy e Espírito Santo para classificar Atlético e Doze para a decisão.

Gaúcho - Foi a semifinal mais maluca dos últimos anos, tensa até o encerramento. Primeiro, o Internacional com um porém daqueles: Marcelo Lomba lesionado sozinho antes dos 10 minutos e Keiller, terceiro goleiro em seu primeiro jogo no profissional, indo para "a fogueira". Foi vazado pelo Caxias, mas assegurou os pênaltis ao catar uma cobrança que fez Brenner ser expulso por empurrar o apitante. Pênaltis que tiveram treta entre D'Alessandro e o médico caxiense Aloir de Oliveira, nos quais o jovem guarda-metas novamente brilhou para classificar a equipe do Antônio Carlos, que não precisava daquele fingimento do "dedo no olho" (pior ainda de ver na câmera lenta). A seguir, o Grêmio pôs os titulares depois de poupá-los na Libertadores. Saiu na frente, mas tomou a igualdade do Novo Hamburgo em gol não muito comemorado devido à tensão pela queda de um torcedor do alambrado ao vibrar com o lance - ele tá internado, mas felizmente tá bem. Nos pênaltis, Marcelo Grohe até foi bem, mas Matheus foi ainda melhor e liberou a festa no Vale dos Sinos na maior campanha do Nóia em todos os tempos. A volta deverá ser no Estádio do Vale, que hoje não tem a capacidade mínima necessária, mas para isso sendo instaladas arquibancadas complementares - e tempo tem para isso, são duas semanas. A primeira final de Gauchão sem um representante da Série A do Brasileirão é a décima do Colorado, que buscará o hepta e ganhou 12 dos últimos 15 estaduais. O detalhe é ele ficar apenas com Keiller para o gol por somente ele e os lesionados Lomba e Danilo Fernandes estarem inscritos e o prazo para mudanças já ter expirado.

Catarinense - Era para ser meramente a definidora dos dois descensos a última rodada do segundo turno, que determinou a permanência do Inter de Lages ao ganhar do Avaí e rebaixar Metropolitano e Almirante Barroso mesmo com as vitórias sobre Figueirense e Tubarão (aliás: que campeonato medonho do Furacão do Estreito, tá louco!). Os avaianos se voltam para sua primeira final desde o título de 2012 ao encarar a Chapecoense, que cumpriu tabela ao perder para o Criciúma - e aí o adicional lastimável, horrível e repugnante: a derrota moral que o Tigre está sofrendo desde ontem graças a estes estúpidos desgraçados malditamente safados que se dizem seus "torcedores", mas que são meros seres que, de tão podres para cantarem essa imundície de cântico alusivo à tragédia de Medellín, não podem ser considerados humanos (e aqui procuro ser coerente pois falei a mesma coisa para aqueles do Porto no jogo de futsal contra o Benfica em Portugal). Gosto muito de ver jogos do Criciúma por causa do ambiente sempre agitado no Heriberto Hulse, a torcida sempre promove festas legais. Mas isso que uns e alguns pilantras desalmados aprontaram não pode ter perdão. A direção tricolor precisa ter pulso firme e não só emitir repúdio absoluto como emitiu, mas castigar estes "torcedores" para não deixá-los nunca mais assistirem nenhum jogo do clube, nem no HH e nem em lugar algum. Não se pode desejar mal extremo a alguém nesse nível tão rasteiro e baixo, ainda mais que (batendo três vezes na madeira) quem deseja algo assim pode acabar é recebendo esse algo. Futebol não é "terra sem lei", não "aceita tudo". Não tem a ver exclusivamente com a Chape, podia ser com qualquer outro clube. Tem a ver com a humanidade e a falta da mesma.

Paranaense - Pênaltis não tivemos na capital pois o Coritiba fez os dois gols de diferença necessários para reviravoltar sobre o Cianorte. Pênaltis tivemos no interior e, mesmo mantendo a invencibilidade de 12 anos em seus domínios, o Londrina foi eliminado pelo reservão do Atlético, que assim deu o troco de 2014. Teremos agora os Atletibas do desempate, já que cada um ganhou 8 das 16 finais estaduais entre eles.

Pernambucano - Depois do Salgueiro reviravoltar sobre o Santa Cruz ao marcar dois de diferença, o Sport soube superar sair atrás do marcador e empatou com o Náutico para decidir a competição. Dois detalhes: por ter tido melhor campanha, o Carcará mandará o segundo jogo - e que seja no Cornélio de Barros, hein!; e teremos dois clássicos Santa x Náutico para decidir o terceiro time estadual na Copa do Nordeste de 2018.

Baiano - Teve alguma graça esta semifinal? No fim das contas, não. O Bahia ganhou de novo do Fluminense e o Vitória estraçalhou o xará da Conquista. Não deu nem pro cheiro, como diria o cozinheiro ao selecionar temperos para o acarajé. Vem aí uma maratona de Ba-Vis: dois da final estadual e dois da semi nordestina.

Cearense - O Ceará ganhou do Guarani e fechou a melhor-de-três com duas vitórias e um empate. Agora, é reviver a decisão de 19 anos atrás contra o Ferroviário, novamente com melhor-de-três - e sem saldo de gols. Se um time ganhar por 1 x 0, depois der empate e o outro time marcar 9 x 0, teremos pênaltis. Ridículo.

Alagoano - O CRB confirmou a vantagem e venceu o Murici, sexta final consecutiva. O CSA é que surpreendeu ao reviravoltar diante do ASA e ser o primeiro algoz dele em Arapiraca depois de 20 jogos, para isso sendo decisivo Mota defender um pênalti. Só o que espero agora dos clássicos de Maceió é que, qualquer que seja o campeão, nem sequer de longe tenhamos as mesmas cenas horríveis daquela pancadaria de 2016.

Potiguar - O ABC começou bem a finalíssima ao derrotar o Globo por um gol de diferença, o que faz a equipe de Ceará-Mirim precisar exatamente disso para provocar os pênaltis na segunda-feira que vem.

Paraibano - Enquanto o Treze passou de fase ao empatar sem gols com o Campinense depois da vitória na ida, o Botafogo venceu de novo o Atlético. Será a quinta decisão consecutiva entre o Belo e um dos dois de Campina Grande. Antes, bateu o Galo em 2013 e ganhou uma e perdeu duas finais para a Raposa.

Paraense - Placar igual, significados diferentes: o 3 x 1 no São Raimundo classificou o Paysandu, enquanto o 3 x 1 no Independente levou à necessidade dos pênaltis, nos quais o Remo se deu bem.

Goiano - O "oxo" com o Atlético classificou o Goiás para a final, na qual saberá hoje se pegará Aparecidense e Vila Nova, este buscando sua primeira decisão depois de 12 anos.

Brasiliense - Ceilândia e Brasiliense decidirão o Distrital após excluírem Paracatu e Sobradinho. Um papelão na eliminação do Paracatu: revoltado por ser substituído aos 20 minutos do primeiro tempo, o meia Diego tentou agredir o próprio treinador Rubio Guerra. Se não fosse a polícia a escoltá-lo pra fora dali...

Mato-Grossense - O Cuiabá ganhou do Luverdense nos 90 minutos e nos pênaltis para decidir contra o Sinop.

Sul-Mato-Grossense - O Novoperário faz história ao ser finalista pela vez primeira depois do empate com o Sete de Dourados, tanto quanto o Corumbaense ao voltar à decisão após 30 anos ao reviravoltar sobre o Operário.

Os destaques desta semana

Todos os brasileiros da Libertadores estarão em campo, mas dois deles jogarão a Copa do Brasil na quarta: o Santos contra o Paysandu e o Botafogo diante do Sport, mandos dos alvinegros. No torneio continental, temos Atlético Paranaense x Flamengo, Peñarol x Palmeiras e Atlético Mineiro x Libertad na quarta e Grêmio x Guaraní e Nacional x Chapecoense na quinta. Além delas, também tem disputa na quarta-feira a Primeira Liga, que enfim terminará sua primeira fase com Fluminense x Brasil de Pelotas (empate é dos cariocas).

Resumo dos nacionais europeus

Espanha (33 de 38 rodadas) - Sumido nas quartas da Liga dos Campeões, Messi reapareceu com tudo no clássico, para azarão do Real Madrid. Dois gols, o segundo no último lance e seu 500° pelo Barcelona, que foi aos mesmos 75 pontos do adversário - que, no entanto, ainda tem aquele bendito jogo a menos com o Celta que nunca é realizado (zoeira para descontrair: essa partida só vai acontecer depois que a Nathália Dill e eu voltarmos da lua-de-mel). Semifinalista europeu, o Atlético de Madrid foi aos 68 ao derrotar o Espanyol.

Itália (33 de 38 rodadas) - O quatrilho no Genoa deixou a Juventus com 83 pontos. A Roma tem 72 e hoje visita o Pescara. Convenhamos: tanto faz o que der hoje, a Velha Senhora tá pertinho do scudetto.

Copa da Inglaterra (semifinal) - O título ficará em Londres, resta saber de qual lado: do Chelsea, que ganhou o clássico sobre o Tottenham com dois do Willian, ou do Arsenal, que bateu o Manchester City.

Alemanha (30 de 34 rodadas) - Mesmo empatando com o Mainz para ter 70 pontos, o Bayern de Munique viu o Red Bull Leipzig também empatar com o Schalke para ir aos 62 e, assim, entrar de vez nas combinações matemáticas que já permitam a confirmação antecipada do título - que, na verdade, já é dele mesmo.

França (34 de 38 rodadas) - Líderes com 80 pontos são Monaco e Paris Saint Germain, que derrotaram Lyon fora e Montpellier em casa, mas a equipe do Principado tem um jogo a menos. O fato lastimável ficou para o empate entre Saint-Etienne e Rennes, pois alguns torcedores de uma organizada dos mandantes invadiram o estádio (o jogo foi com portões fechados), o que levou à suspensão do duelo por 15 minutos.

Portugal (30 de 34 rodadas) - O Benfica empatou o clássico de Lisboa com o Sporting para ter 72 pontos, o que não lhe prejudicou muito pois o Porto "oxou" com o Feirense e só chegou aos 69.

Curtinhas

*Lucas do Rio Verde dia 3 e Belém dia 17. É a final Paysandu x Luverdense da Copa Verde no mês que vem.

*O ex-presidente palmeirense Paulo Nobre passa bem após um acidente dele e do navegador Gabriel Morales em prova de rally aqui no Rio Grande do Sul, quando estavam a quase 200 quilômetros por hora.

*Joel Santana não vai treinar o Boavista na Série D do Brasileirão, mas nele seguirá como um "consultor".

*Inaugurada a Arena São Petersburgo, que receberá a final da Copa das Confederações. O primeiro gol do novo palco foi de Ivanovic nos 2 x 0 do Zenit sobre o Ural, pelo Campeonato Russo.

*Se nos homens o Barcelona se classificou, nas mulheres tá com cara de que dê Paris Saint Germain na final da Liga dos Campeões pela vantagem de 3 x 1 na ida, a mesma do Lyon sobre o City em Manchester.

*Tristeza no automobilismo: um menino de 10 anos faleceu em acidente grave num treino realizado no kartódromo pertencente a Fernando Alonso. Isso em si já é sempre triste. Com criança, dói mais ainda.

*Menos mal que pareceu ser menor do que pareceu na hora ser o acidente na Stock Car em Nova Santa Rita, quando Lucas Foresti teve seu carro enchido com tudo pelo do Antônio Pizzonia. Ele foi levado de maca para o hospital, mas ainda bem que está bem. As duas corridas foram ganhas por Thiago Camilo e Felipe Fraga.

*Fórmula Indy: Josef Newgarden venceu o GP de (Sweet Home) Alabama, com Scott Dixon e Simon Pagenaud fechando o pódio. Hélio Castroneves foi o quarto e Tony Kanaan o sétimo. Tem Phoenix no domingo que vem.

*Maratona de Londres vencida por... tchan-ran-ran-raaaan... quenianos! Bah, mas como enchem o saco esses fominhas que não querem deixar os corredores de outros países faturarem estas provas, vai tomar banho mesmo, hahaha... Mary Keitany marcou 2h17min01s e Daniel Wanjiru estabeleceu 2h05min48s.

*Tênis no saibro é com Rafael Nadal e ponto final. 2 x 0 (6/1 e 6/3) em Albert Ramos e décimo Masters de Monte Carlo assegurado, um recorde. 50 títulos neste piso, um acima de Guillermo Villas. Sensacional!

*Prossegue hoje a final da LBF em Americana. No primeiro jogo deu Uninassau sobre o Corinthians, 72 x 63.

*Superliga Masculina: ninguém para o Sada/Cruzeiro, definitivamente. Mais uma final assegurada, a sétima seguida, feito obtido com 3 x 0 (25/12, 25/18 e 26/24) no Brasil Kirin de Campinas e 3 x 0 na melhor-de-cinco. Lugar assegurado na final do dia 7 para buscar o tetra contra Taubaté ou SESI.

*Superliga Feminina: grande final e o resultado de quase sempre. 12 títulos do Rio de Janeiro na competição e pentacampeonato assegurado, embora sem facilidade. O Rexona/SESC ganhou a "enésima" decisão diante do Vôlei Nestlé por 3 x 2 (25/19, 22/25, 25/22, 18/25 e 15/6). Quem consegue batê-las?

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Leio na Patrícia Kogut que vem aí o primeiro programa local de linha de shows do SBT do Rio de Janeiro. Será uma atração de culinária chamada "Cozinheiro vs. Chefs", apresentada pela mesma Isabele Benito dona da (como diriam os anúncios dos anos 90) "liderança cada vez mais absoluta do segundo lugar" às 12h com o "SBT Rio". Serão 13 episódios com o cozinheiro Rubens Zerbinato desafiando 13 chefs cariocas renomados. A Kogut não informou data de estreia, mas consta (carece de confirmação) que será sábado, 12h30, a partir de 20 de maio.

*Atual repórter da TV Bandeirantes aqui de Porto Alegre, Gabriela Lerina completa 35 anos nesta segunda-feira. Ex-SBT, ela tem feito ultimamente a previsão do tempo no jornal "Band Cidade" nestes dias de gravidez acentuada, função que já exerceu há muitos anos no Canal Rural, como visto aqui no "Mercado & Cia." em 2010.

*Nathália Fruet será a nova repórter da RBS TV na sucursal de Brasília, que ficou com uma vaga em aberto desde a recente saída da Vanessa Felippe, que voltou aqui para a aldeia pampeana. Ela mesma destacou esta mudança de vida em postagens nas redes sociais. Nathália está na afiliada da Globo desde 2014, inicialmente na TVCOM e pouco depois chegando à emissora principal, e pegará um ambiente que não lhe é nada estranho, já que são de política as pautas dos correspondentes da RBS na capital federal - e política foi o assunto no qual ela mais se destacou quando esteve na Rádio e TV Bandeirantes. Vai tirar de letra essa missão e mandar bem.

*Quem lê este Papo de Bola já está mais "careca de saber" do que Leandro Karnal que a "musa-mor" destas mal traçadas linhas é a repórter e apresentadora Cristina Vieira. Pois pela primeira vez tive que detestar com "DE" maiúsculo uma pauta que ela mostrou na televisão - não por ela, pelo amor de Deus, maravilhosíssima como sempre, mas pelo assunto em si mostrado no "Globo Rural": insetos desenvolvidos em um laboratório no Mato Grosso do Sul para uso na alimentação humana em lanches como pizza com recheio de baratas, bolo com baratas e grilos caramelizados. Não só isso: ela comeu um desses lanches, Brasil!!! (hahahaha) "Ah, mas se ela pôde e fez boas referências, você também pode!", dirá Dr. Kildare, o médico que trará ao mundo seu bebê. Mas nem que ela me pagasse um salário mínimo com vale-refeição para ser babá da criança! (risos)

*Duas novidades legais na Rede Bandeirantes: quinta passada, o BandNews passou a ter como apresentadora nas manhãs Patrícia Rocha, que deixou o SBT na metade de janeiro; e sábado, Fabiana Panachão fez pela primeira vez o "Jornal da Band" como apresentadora nos plantões de fim-de-semana, formando dupla com Luiz Megale. Que venham mais presenças da Fabiana na aberta e que não demore para chegar a primeira da Patrícia.

*Mais uma boa novidade envolve uma ex-apresentadora da Record e da Bandeirantes: Luciana Liviero, que muita falta faz à televisão com seu jeito carismático. Lançado por ela será amanhã seu canal de vídeos no YouTube, que terá quadros como "Fundo do Baú", com convidados revelando objetos que remetam a acontecimentos de seus passados, e "A Indignada!", com comentários sobre as notícias do dia. Que seja sucesso!

*Há 10 anos completados nesta segunda-feira, a Bandeirantes estreava "A Grande Chance", competição entre quatro equipes com apresentação de Gilberto Barros. O programa durou até a metade de 2008.

*Leio no Maurício Lima que o grupo Simba deve fechar um acordo com a Net para os retornos de Record, SBT e RedeTV!, mas não apenas com isso e sim com dois canais por assinatura com conteúdos destas três redes: um só de dramaturgia (tipo o Viva) e outro com shows e programas de variedades (Silvio Santos e cia.).

*Esta é a última semana do "Álbum da Grande Família" nas madrugadas da Globo, já que semana que vem Pedro estreará a "Conversa com Bial" no horário. Salvo engano meu, só pode esta última semana ser dedicada ao Lineu - ou à Bebel, agora tenho dúvida -, pois já tivemos semanas específicas para Dona Nenê, Tuco, Agostinho e "os anexos" (Seu Flor, Marilda, Beiçola, Mendonça e Paulão da Regulagem).

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Momento Raridade Rara: Agildo Ribeiro

Um dos principais humoristas brasileiros completa hoje 85 anos. Marcante em programas como "Planeta dos Homens" na Globo, "Agildo no País das Maravilhas" na Bandeirantes e "Cabaré do Barata" na Manchete, ele tem uma longa trajetória em televisão, cinema e teatro. Separei de 1993 uma entrevista dele ao "Jô Soares Onze e Meia" no SBT, ano na qual lá esteve com o programa "Não Pergunta Que Eu Respondo".

Clipe do Dia I

A triste notícia do domingo foi a morte aos 70 anos de Jerry Adriani, um dos grandes nomes da Jovem Guarda, que sofria de câncer. Sua carreira foi marcada por temas em português, covers de rock em inglês e muitos sons em italiano. Destaco três temas com o já saudoso artista: de 1971, "Doce, Doce Amor" (de Raul Seixas) na gravação original com imagens dele na TV Manchete no fim dos anos 90; de 1992, "És o Meu Amor" e "Querida", também na Manchete; e de 2006, "Lado a Lado" em dueto com o contemporâneo Wanderley Cardoso.

Clipe do Dia II

Flautista, saxofonista, maestro, compositor e mestre do choro, gênero do qual se tornou tão simbólico que o dia de seu nascimento é o Dia Nacional do Choro. Falecido em 1973, Pixinguinha nasceu há 120 anos completados neste domingo. Imagens raras do autor de "Carinhoso" estão aqui: ele, Baden Powell e João da Baiana tocando "Lamento", tema seu e de Vinicius de Moraes, para o documentário "Saravah", de 1969.

Bela do Dia: Tandara

Tandara, vice-campeã da Superliga Feminina. Se ela não leva o título para Osasco, leva no coração a lembrança deste site. (quem me dera... rs)

Clipe do Dia III

Revelada em 2002 ao ganhar o "American Idol", Kelly Clarkson faz 35 anos. Destaco aqui "Stronger".

Clipe do Dia IV

Se tem alguém que pode ser chamada de diva com "DI" maiúsculo, este alguém é Barbra Streisand, que faz 75 anos nesta segunda-feira e é uma tremenda mulher, seja atuando em filmes como "Uma Garota Genial" (pelo qual ganhou o Oscar), "Alô, Dolly!", "Yentl", "Querem Me Enlouquecer", "O Príncipe das Marés" e "Entrando Numa Fria" e seja também cantando um monte, bastante, sempre sublimemente. Cinco canções ilustram bem isso: de 1967, "Lord's Prayer", uma extraordinária cantoria do Pai Nosso; de 1973, "The Way We Were", tema do filme "Nosso Amor de Ontem"; de 1976, "Evergreen", a oscarizada belezura de "Nasce uma Estrela"; de 1980, "Woman in Love" no ótimo álbum em parceria com o grande Barry Gibb; e de 1996, "I Finally Found Someone" em belo dueto com o não menos talentoso Bryan Adams para o filme "O Espelho Tem Duas Faces".

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Segunda-feira dos 25 anos de Rafaela Silva, orgulho do judô brasileiro com o ouro olímpico na Rio 2016.

"24 Horas" volta antes que ela nos alegre com mais um grande feito nos tatames!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.